As crenças limitantes e a Lua >> Responda com sinceridade:

Quando você pretende vender seu produto, ou iniciar uma conversa, ou simplesmente flertar com alguém, qual o primeiro pensamento que vem a sua mente?

Não vale mentir – tem que realmente prestar atenção e dizer qual foi o primeiro pensamento que veio.

Se o primeiro pensamento foi:

  • Ele vai achar caro
  • Ele vai conversar por educação
  • Nenhum homem presta

Tenho duas notícias para você – primeiro, você não está sozinho, já que 80% das pessoas vão pensar o mesmo, e segundo, estes pensamentos vem do filtro da sua Lua.

As crenças limitantes – Yesod

O que você talvez não saiba é que Yesod, e a Lua, traz escondido uma bagagem que você carrega e não sabe.

Esta bagagem é a sua hereditariedade, informações recebidas através da mãe, lua, crenças arraigadas que ela tem e que se alojam no seu inconsciente.

Ai ai ai – de novo vai culpar a mãe? Não.

Mas contar para a sua mãe/lua internas você pode, que nem tudo é como ela sente.

As crenças negativas ou limitantes, fazem parte do seu conteúdo inconsciente, e permeiam tudo o que você sente, pensa ou faz.

Parte destas crenças são herança, mas outra parte são as que você mesmo, ao longo da vida, vai criando.

Um exemplo deste tipo de crença é quando uma criança vai jogar bola, e tudo está bem até o momento em que ela cai e se machuca.

No inconsciente desta criança já vai se criar, na maior parte dos casos, uma crença de que jogar bola é perigoso.

Que alegria quando conseguimos descobrir que não é o fato de jogar bola que causou o machucado – que poderia ter acontecido em qualquer outra situação.

Justamente por isso, persistir é a melhor solução para desmentir as crenças que criamos.

Caiu? Machucou? No dia seguinte vá jogar bola de novo, e se não cair nem machucar você vai contar para esta senhora muito preocupada que é a sua Lua, que nem sempre as coisas vão dar errado.

Continue lendo o artigo

Sobre o autor

Cristinna Saviani

Cristinna Saviani tem sua formação clássica em Farmácia e Bioquímica pela PUCC, com foco em Homeopatia, Fitoterapia e Florais.
Estudante e praticante de Cabala desde a adolescência, iniciou seus estudos de astrologia como autodidata em 1997, posteriormente fazendo vários cursos de formação na área, na qual tem atuado profissionalmente desde o ano de 1999.
Acreditando que a maior qualidade da astrologia é levar o indivíduo ao autoconhecimento e consequente evolução, aprofunda a análise de seus clientes em todos os níveis disponíveis para que se chegue ao cerne das questões que inquietam e atrapalham a vida nos diversos campos da vida.
Natural de Campinas - SP, vive atualmente em Fortaleza, onde atua
na área de publicidade (CEO Staff Publicity), programação web, marketing e astrologia, fazendo análises de tema natal, previsão e mapa anual de fertilidade feminina.

2 Comments

Deixe um comentário