O Número Um – Numerologia

Mostre a sua GRATIDÃO e curta nossa página no Facebook:

O Número Um – Numerologia >> O número um é o início, o princípio, o começo.

É a mônada Divina, o criador universal, que por sua verdadeira vontade criou tudo que existe a partir de si próprio, estando tudo ligado a ele.

É a criação, sendo o pai de todos os números, pois é dele que saem todos os outros.

É certamente o número da liderança e do comando, é o que inicia, tem força, energia e concentração.

É individualista, independente, tem coragem e iniciativa, é conquistador, tem forte poder mental e autodomínio.

É ativo, criativo, audacioso, ambicioso, pioneiro, positivo e empreendedor, gosta de sinceridade, franqueza e organização.

Costuma obter êxito por sua autoconfiança e força de vontade.

É o número da perfeição e da harmonia, considerado um número da sorte, êxito e felicidade por todos os mestres, embora as vezes imprudente q.

O lado negativo do número um é a tendência ao egocentrismo, excesso de autoridade, arrogância, egoísmo, cinismo e repressão.

Tem tendência a se impor com tirania. Geralmente é solitário, preferindo reservar-se dos demais.

Principais características

Existe uma diferença de influência, quando um número se refere ao dia natalício, soma das consoantes, soma das vogais, dons ou desafios.

Quanto as vogais, se a somatória das vogais do seu nome é um, você certamente terá a natureza de um líder, de um empreendedor pronto a assumir riscos.

Tem como qualidade principal a coragem – um líder destemido que certamente não teme novas empreitadas.

Sua natureza será assertiva, o que contudo pode muitas vezes te conferir a fama de bruto, já que a sinceridade é outra de suas fortes qualidades.

Muitas vezes, entretanto, é um ingênuo, não conseguindo agir pelas costas e nunca esperando o mesmo de seus adversários.

Esta ingenuidade, entretanto, pode levar seus nativos a sofrer ataques traiçoeiros de pessoas mais estrategistas e falsas.

Ágil, ele não espera acontecer – faz acontecer.

Deve dominar seu gênio forte, sua franqueza excessiva, sua impulsividade e impaciência.

Este indivíduo deve dominar também sua tendência a competir – deve aprender que a única competição válida é a que faz consigo mesmo, procurando se superar cada vez mais.

Em seu lado negativo pode ser muito individualista, o que parecerá aos demais como egoísmo, ainda que não seja.

Quer saber mais sobre numerologia? Acompanhe nosso site e nossa rede social.

Facebook
Fique em contato conosco e acompanhe nosso conteúdo.

Para calcular a numerologia do seu nome acesse grátis, online, nosso programa:

Programa de Numerologia Online

Sobre o autor

Cristinna Saviani

Cristinna Saviani tem sua formação clássica em Farmácia e Bioquímica pela PUCC, com foco em Homeopatia, Fitoterapia e Florais.
Estudante e praticante de Cabala desde a adolescência, iniciou seus estudos de astrologia como autodidata em 1997, posteriormente fazendo vários cursos de formação na área, na qual tem atuado profissionalmente desde o ano de 1999.
Acreditando que a maior qualidade da astrologia é levar o indivíduo ao autoconhecimento e consequente evolução, aprofunda a análise de seus clientes em todos os níveis disponíveis para que se chegue ao cerne das questões que inquietam e atrapalham a vida nos diversos campos da vida.
Natural de Campinas - SP, vive atualmente em Fortaleza, onde atua
na área de publicidade (CEO Staff Publicity), programação web, marketing e astrologia, fazendo análises de tema natal, previsão e mapa anual de fertilidade feminina.

2 Comments

  • Tenho algumas dúvidas a respeito de numerologia.

    Primeiro, existe números que excedem aos outros no quesito da bem aventurança (por exemplo, Fulano, cujo nome resulta um 5, é mais atribulado que Beltrano, cujo nome resulta um 8)?

    No mapa dum sujeito, qual dos números tem maior influência sobre a sua personalidade e sua vocação intelectual?

    De resto, segundo algumas pesquisas que fiz, meu nome de batismo resulta um 5 tanto na numerologia pitagórica quanto na cabalística, mas, no tocante à dita numerologia caldéia, resulta um 3, que é também a síntese do meu dia de nascimento (30) e da soma completa da minha data de nascimento, se considerados mês e ano na soma.

    Confesso que tanto o 3 como o 5 são números com os quais me identifico, a julgar pela energia simbólica que lhes é atribuída. O 5, por sinal, é meu número predileto desde a mais tenra idade, antes mesmo que eu soubesse da existência da numerologia e por motivos tão subjetivos que sequer posso compreendê-los. O 3 parece convergir com meus propósitos na vida, pois não há dúvida de que minha vocação é de ordem intelectual, com relevo na literatura e na filosofia.

    Pergunto ainda: em vista dessa dissonância de resultados entre uma numerologia e outra, como pode o numerólogo, ou quem quer que se interesse pelo assunto, orientar-se com tranquilidade e plenamente confiante na OBJETIVIDADE dos resultados?

    Não quero importuná-la, pois sei que se trata duma profissional. Ocorre, porém, que é difícil encontrar quem trate desses assuntos com seriedade e que não se deixe reduzir ao mero ludismo ou ao charlatanismo puro e simples. Sou cristão católico e meu interesse por tais assuntos aflorou antes como consequência de estudos do que sob a forma de crença propriamente dita. Ficaria grato se pudesse responder às minhas perguntas.

    Desde logo, obrigado.

    • Boa tarde Pauler, compreendo suas inquietações, que foram as minhas também, muitas delas. A minha busca foi bastante profunda em relação a tudo, mas muito especialmente em relação a Cabala e consequentemente tudo o que deriva dela, a astrologia e a numerologia.
      O que eu acredito ser verdadeiro, em relação a numerologia resulta de meus estudos de Cabala, dos livros que são a base da Cabala, o Sefer Ietsirá, o Zohar, o Bahir e a Torá.
      Os estudos que tenho efetuado se baseiam na atribuição da numerologia caldéia. A transliteração de palavras e nomes ocidentais para o alfabeto hebraico é bastante difícil, porque teríamos que levar em consideração a maneira como é falado, além da escrita.
      As pessoas que se contentam com as explicações superficiais transliteram porque não se preocupam com a verdade, o que não é o meu caso.
      Pela Cabala, cada letra do alfabeto hebraico deu origem a algo, e esse algo compreende mais de uma coisa. É um estudo bastante complexo, mas tentarei exemplificar aqui:
      Ele fez reinar Alef ( ) sobre o Fôlego
      e Ele ligou a ela uma coroa
      e Ele combinou uma com outra
      E com elas formou
      o Ar no Universo
      o temperado no Ano
      e o peito na Alma:
      o macho com AMSh
      e a fêmea com o AShM.
      Assim por diante, como é visto no Sefer Ietsirá.
      Quando se diz positivo ou negativo, o entendimento deste conceito deve ser feito de um ponto de vista mais esotérico, pois toda a obra serve ao Criador, e muitas vezes o mal serve para refinar o espírito do homem, ao vencer as tentações.
      A polaridade dos números e das séfiras 3, 5 e 8 tem polaridade negativa, receptiva, mas também criadoras e formatadoras, pois correspondem a coluna esquerda da árvore da vida, e são Binah (3), Gevurah(5) e Hod (8). Suas energias são necessárias ao equilíbrio de toda a criação, pois são parte dela. A escolha em viver o lado positivo e evolucionário de tais energias são nosso livre arbítrio.
      O Universo precisa tanto de guerreiros quanto pacificadores, pois cada um tem uma missão particular e necessária.
      Não sei se respondi adequadamente suas perguntas, mas espero que sim. Todos os livros que citei estão disponíveis no site para o download gratuito.
      Abraços fraternais,
      Cristinna Saviani

Deixe um comentário